Terceirização na Construção Civil: 5 vantagens para a sua empresa

Terceirização na Construção Civil: 5 vantagens para a sua empresa


Com as crescentes mudanças na economia mundial, os setores produtivos são forçados a tornar seus processos cada vez mais eficientes – dessa forma, é possível produzir em maior quantidade e no menor tempo e custo possíveis. Isso traz impacto para as construtoras e outras empresas do ramo, uma vez que estes setores estarão mais bem preparados para competir em um mercado consideravelmente exigente.

Uma das mais recentes alternativas para se adequar à nova realidade do setor é a terceirização na construção civil. Apesar de ser polêmica e não tão bem conhecida por todos, a prática tem se tornado cada vez mais comum.

O que é a Terceirização?

A prática da terceirização consiste na contratação de uma pessoa jurídica no lugar de pessoas físicas responsáveis pela execução de uma das etapas de uma empresa. Ou seja, ao invés de ter empregados próprios, as empresas contratam prestadores terceirizados e utilizam indiretamente seus funcionários, que geralmente são especializados em alguma etapa do processo produtivo em questão.

Anteriormente, essa prática tinha restrições relativas às etapas que poderiam ser terceirizadas, de acordo com a súmula 331 do Tribunal Superior do Trabalho. Poderiam ser terceirizadas apenas atividades-meio e, por período temporário, atividades-fim. No entanto, a partir de 2017, a lei 13.429/17 passou a permitir que a terceirização de qualquer uma das etapas.

  • Atividades-meio: são as atividades necessárias para se chegar ao produto final ao qual uma empresa se dedica.
  • Atividades-fim: são as atividades que fornecem o produto final diretamente.

Quais os benefícios da terceirização na construção civil?

A prática da terceirização pode apresentar diversos benefícios para empresas de construção civil, dentre os quais podemos citar: